Integrated Publishing Toolkit(IPT)

free and open access to biodiversity data

ppbio_comcerrado_aves_pncg

Latest version published by Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira - SiBBr on Jul 27, 2017 Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira - SiBBr

Esses dados de avifauna foram coletados através do projeto intitulado "A estrutura da vegetação determina a composição de aves no Cerrado?". Os dados foram coletados em 36 locais, distribuídos entre três regiões(módulos), no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães, nos moldes do Programa de Pesquisa em Biodiversidade (PPBio)nos anos de 2012, 2013 e 2015. Os métodos de coleta de dados foram capturas com redes de neblina e censos por ponto de escuta fixo.

Data Records

The data in this sampling event resource has been published as a Darwin Core Archive (DwC-A), which is a standardized format for sharing biodiversity data as a set of one or more data tables. The core data table contains 192 records. 1 extension data tables also exist. An extension record supplies extra information about a core record. The number of records in each extension data table is illustrated below.

  • Event (core)
    192
  • Occurrence 
    3883

This IPT archives the data and thus serves as the data repository. The data and resource metadata are available for download in the downloads section. The versions table lists other versions of the resource that have been made publicly available and allows tracking changes made to the resource over time.

Downloads

Download the latest version of this resource data as a Darwin Core Archive (DwC-A) or the resource metadata as EML or RTF:

Data as a DwC-A file download 192 records in Portuguese (61 KB) - Update frequency: unknown
Metadata as an EML file download in Portuguese (14 KB)
Metadata as an RTF file download in Portuguese (14 KB)

Versions

The table below shows only published versions of the resource that are publicly accessible.

How to cite

Researchers should cite this work as follows:

Zucchetto M (2017): ppbio_comcerrado_aves_pncg. v1.3. Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira - SiBBr. Dataset/Samplingevent. https://ipt.sibbr.gov.br:/ppbio/resource?r=ppbio_comcerrado_aves_pncg&v=1.3

Rights

Researchers should respect the following rights statement:

The publisher and rights holder of this work is Sistema de Informação sobre a Biodiversidade Brasileira - SiBBr. This work is licensed under a Creative Commons Attribution Non Commercial (CC-BY-NC) 4.0 License.

GBIF Registration

This resource has not been registered with GBIF

Keywords

avifauna; aves; passeriformes; não-passeriformes; unidade de conservação; Cerrado

Contacts

Who created the resource:

Mayara Zucchetto
pesquisadora/bolsista
PPbio-ComCerrado Avenida Fernando Correa da Costa, 2367, Bairro Boa esperança Cuiabá Mato Grosso BR

Who can answer questions about the resource:

Mayara Zucchetto
pesquisadora/bolsista
PPbio-ComCerrado Avenida Fernando Correa da Costa, 2367, Bairro Boa esperança Cuiabá Mato Grosso BR

Who filled in the metadata:

Mayara Zucchetto
pesquisadora/bolsista
PPbio-ComCerrado Avenida Fernando Correa da Costa, 2367, Bairro Boa esperança Cuiabá Mato Grosso BR

Who else was associated with the resource:

User
João Pinho
Pesquisador/orientador
UFMT- Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação da biodiversidade Avenida Fernando Correa da Costa, 2367, Bairro Boa esperança 78060900 Cuiabá Mato Grosso BR 6536158878

Geographic Coverage

O estudo foi realizado no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães – PNCG (15°10’ -15°30’ S e 55°45’ -56°00’ W), localizado na região centro-sul do Estado de Mato Grosso, nos municípios de Cuiabá e Chapada dos Guimarães.

Bounding Coordinates South West [-15.774, -56.151], North East [-15.125, -55.278]

Taxonomic Coverage

As aves (passeriformes e não-passeriformes) foram identificadas a nível de espécie.

Class  Aves (aves)

Temporal Coverage

Start Date / End Date 2012-09-18 / 2012-10-03
Start Date / End Date 2017-01-09 / 2013-01-18
Start Date / End Date 2015-06-28 / 2015-08-14

Project Data

Apoio à implantação e manutenção de redes de inventário da biota; Apoio à modernização de acervos biológicos (coleções ex-situ); Apoio à pesquisa e ao desenvolvimento em áreas temáticas da Biodiversidade (bioprospecção, serviços ambientais, entre outras); Apoio a sistemas de informação, de base de dados e gerenciamento de repositórios da informação sobre a biodiversidade brasileira; Apoio à síntese do conhecimento – consolidar as informações para propiciar a divulgação científica, a tomada de decisões e a formulação de políticas públicas.

Title Diagnóstico, análise, e síntese da biodiversidade do Parque Nacional Chapada dos Guimarães - MT
Funding Edital MCT/CNPq nº 35/2012 – PPBio/Geoma – Redes de Pesquisa, Monitoramento e Modelagem em Biodiversidade e Ecossistemas. Parte I- PPBio
Study Area Description O estudo foi realizado no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães – PNCG (15°10’ -15°30’ S e 55°45’ -56°00’ W), localizado na região centro-sul do Estado de Mato Grosso, nos municípios de Cuiabá e Chapada dos Guimarães (PNCG).

The personnel involved in the project:

Principal Investigator
Soraia Diniz
Curator
João Pinho

Sampling Methods

Realizamos amostragens nos três módulos (Rio Claro, Mutuca e Cidade de Pedra) de parcelas permanentes (Rede Comcerrado-PPBIO). Cada módulo consiste em duas linhas paralelas de 5km de extensão e distantes 1km entre si. Cada módulo possui 12 parcelas com 250m de comprimento cada uma e equidistantes 1km (Sistema RAPELD, MAGNUSSON et al., 2005). Em cada parcela foi estabelecido um ponto amostral ao longo da trilha de 250m em sentido Leste-Oeste. Para este estudo as parcelas foram numeradas de 01 a 12 no módulo Rio Claro, de 13 a 24 no módulo Mutuca e de 25 a 36 no módulo Cidade de Pedra. As amostragens das aves foram realizadas utilizando dois métodos complementares e padronizados: captura-marcação-recaptura e censo por ponto de escuta fixo.

Study Extent O estudo foi realizado no Parque Nacional de Chapada dos Guimarães – PNCG (15°10’ -15°30’ S e 55°45’ -56°00’ W).O clima da região é definido como tropical com estação seca de inverno (Aw), com precipitação média anual variando entre 1800 a 2000mm (ALVAREZ et al., 2014). O PNCG possui área de 32.630 ha que abrange o contato da Depressão Cuiabana e o Planalto dos Guimarães. A Depressão Cuiabana, dentro da área do PNCG, se caracteriza por apresentar altitudes de 240 a 350 metros. Possui distinta formação geomorfológica, com unidade litoestatigráfica de origem pré-cambriana denominada Grupo Cuiabá. O Planalto dos Guimarães possui altitudes que vão de 680 a 720 metros. Sua unidade litoestatigráfica é oriunda de arenitos mesozóicos e recebe o nome de Formação Botucatu (BRASIL, 2006). Devido à influência do solo, a paisagem local abriga diferentes fitofisionomias de vegetação. Essa paisagem abrange campos abertos (fisionomias de campo limpo e veredas), áreas com densidade e altura vegetal intermediarias (cerrado sensu stricto e campo sujo) e áreas florestadas com mais umidade (cerradão e matas de galeria) (RIBEIRO & WALTER, 1998; PINTO & OLIVEIRA-FILHO, 1999). Como a vegetação do Cerrado é influenciada em grande parte pelas características do solo, para maximizar a variação de fisionomias vegetais, realizamos amostragens em três regiões, módulos de parcelas permanentes da Rede ComCerrado-PPBIO, com características de geomorfologia e solo distintas. Os três módulos, apesar de relativamente próximos (distância mínima 4 km e máxima 18 km entre si) são distintos um do outro, a começar pelo solo que é formado por dois tipos de unidades geomorfológicas: Grupo Cuiabá –módulos Rio Claro e Mutuca, e Formação Botucatu – módulo Cidade de Pedra (THOMÉ FILHO et al., 2006). Essa diferenciação no solo é refletida nas formações vegetais predominantes em cada módulo. Os dados foram amostrados de setembro a outubro de 2012; em janeiro de 2013; março a agosto de 2015.

Method step description:

  1. Para cada parcela foram utilizados dois métodos complementares:captura-marcação-recaptura e censo por ponto de escuta fixo. O método de captura-marcação-recaptura consistiu em capturar os indivíduos por meio de 21 redes de neblina (12,0 x 12,5m, malha 36mm) dispostas uma ao lado da outra ao longo de cada parcela. As redes ficaram abertas durante um único dia por parcela, das 06h00 às 9h30 da manhã, sendo revisadas a cada 30 minutos, totalizando 147 horas/rede por parcela Todas as aves capturadas foram identificadas, marcadas com anilhas metálicas – cedidas pelo CEMAVE/ICMBio – e depois liberadas. Para o método de censo por ponto de escuta fixo, foi adotado o protocolo do PPBio, em que a amostragem foi feita em três pontos equidistantes (um no início da parcela, um no meio desta aos 125 metros, e um no final, aos 250 metros), durante 10 minutos de escuta/visualização em cada ponto de cada parcela. Os censos por ponto de escuta fixo foram conduzidos por dois pesquisadores experientes. As aves de difícil identificação foram fotografadas e as vocalizações gravadas com uso de gravador digital Zoon 4hn e microfone direcional Sennheiser Me-66, para posterior identificação em laboratório. Foram consideradas nos censos, todas as espécies dentro de um raio de 30 m do ponto de amostragem, que estivessem utilizando o habitat (repouso, forrageio e/ou reprodução). Foram realizados três dias consecutivos de censo por ponto de escuta fixo, em cada parcela, totalizando um esforço amostral de 36 horas por módulo para este método. A junção do resultado dos três dias de censo por ponto de escuta com o dia de captura-marcação-recaptura constituiu a matriz de composição das assembleias de aves de cada parcela. A classificação taxonômica e nomenclatura das espécies de aves segue o Comitê brasileiro de Registros Ornitológicos (CBRO – 2014).

Additional Metadata

Alternative Identifiers https://ipt.sibbr.gov.br:/ppbio/resource?r=ppbio_comcerrado_aves_pncg